Benefícios da drenagem linfática na gestação e pós-parto

Olá leitoras queridas do Ocitocina blog

Isabel2.jpg

Quando se fala em gestação, muita coisa passa na nossa mente, muitas preocupações, anseios, medos e descobertas,  ainda assim a gravidez continua a ser o momento mais pleno na vida de uma mulher, porque um amor verdadeiro e eterno surgem da noite pro dia, após a descoberta. Depois de alguns meses a barriga começa a aparecer e crescer a cada vez mais e com toda essa mudança hormonal passamos a sofrer com o inchaço e a sensação de cansaço nas pernas, e a famosa RETENÇÃO DE LÍQUIDOS. 

Essa retenção se dá principalmente pelo aumento da produção hormonal, o que aumenta o volume sanguíneo e por compressão de componentes importantes do sistema circulatório, estreitando assim o caminho e dificultando o retorno do liquido que foi bombeado para os membros inferiores.

E é nesse momento é que precisamos tomar alguns cuidados com o nosso corpo, diminuindo a quantidade de sal nos alimentos, ingerindo bastante líquido/ beber água é a melhor escolha, elevar as pernas sempre que der.

Porém a indicação da drenagem línfática tanto no período da gestação quanto após a gestação é uma opção ótima para quem quer se sentir mais “leve e disposta na gestação”, pois além de auxiliar na eliminação de líquidos exerce um efeito relaxante, pois ativa o sistema nervoso parassimpático.

De uma forma bem sucinta a drenagem linfática é uma massagem suave com pressão específica e movimentos ritmados. Importante: de forma alguma causa dor,e a partir do terceiro mês de gestação é extremamente indicada, a técnica é suave e traz muitos benefícios como:

•  Aumento do fluxo sanguíneo e linfático diminuindo o inchaço,além de estimular a lactação e a dessensibilização das mamas, preparando-as para a amamentação;
• Mantém a pele hidratada pela eliminação de toxinas e por ativar sistemas de hidratação celular;
• Alívio na tensão muscular, diminuindo as dores e a sensação de cansaço nos membros inferiores;
• Estimula a produção de linfócitos, aumentando a imunidade do organismo.

Além de todos os benefícios citados acima, a técnica ainda ajuda a relaxar e diminuir o stress. A massagem aliada à uma alimentação e estilo de vida saudável, com certeza trará uma gestação tranquila, mas ao contrário do que se pensa, a técnica não deve ser realizada somente durante a gestação, mas também no pós-parto, ajudando na eliminação de toxinas, edemas e trazendo a sensação de bem-estar.

E claro né mamães… se sentir bem, porque sabemos que após o parto não é tão fácil, muitas mamães pensam que logo após o parto o corpo vai voltar ao normal e o inchaço logo desaparecerá. Mas, não é bem assim, no período pós parto as taxas hormonais que estão alteradas desde o início da gestação não serão normalizadas até o final da amamentação, esses hormônios entre outras funções irão produzir o leite para o  bebê. Claro que devemos aproveitar essa fase com o bebê, mas é sempre bom tirar um tempinho para cuidar do nosso corpo.

Bjos no coração…

Att. Mânia Silva _ Enfermeira e mãe do Théo